Radio   Ver   Baixar  Whatsapp  Telegram   Face

"Quando o Senhor apareceu como o Senhor Krishna, Ele representou o papel de filho de Yasoda e Nanda, e ergueu a Colina de Govardhana, embora não tenha interesse em erguer colinas. Ele pode erguer milhões de Colinas de Govardhana por Seu mero desejo; Ele não precisa erguê-la com a mão. Mas Ele imita a entidade viva comum, erguendo-a dessa maneira, e ao mesmo tempo mostra Seu poder sobrenatural. Assim, Ele é glorificado como aquele que ergueu a Colina de Govardhana, ou Sri Govardhanadhari" (Srimad Bhagavatam, significado 3.9.15).

"De todos os devotos, esta Colina de Govardhana é o melhor! Ó minhas amigas, esta colina fornece a Krishna e Balarama, bem como a Seus bezerros, vacas e amigos vaqueirinhos todos os artigos de primeira necessidade - água potável, grama bem macia, cavernas, frutas, flores e vegetais. Dessa maneira, a colina presta respeitos ao Senhor. Ao ser tocada pelos pés de lótus de Krishna e Balarama, a colina de Govardhana parece muito satisfeita" (Srimad Bhagavatam, 10.21.19).

"Srila Visvanatha Cakravarti Thakur explica dessa maneira a opulência da Colina de Govardhana: Paniya refere-se à água fresca e fragrante das cascatas de Govardhana, que Krishna e Balarama bebem e usam para lavar os pés e a boca. Govardhana também oferece outras bebidas, tais como mel, suco de manga e suco de pilu. Suyavasa indica a grama durva, usada para fazer a oferenda religiosa da arghya. Govardhana também tem grama que é fragrante, macia e que serve para fortalecer as vacas e aumentar a produção de leite. Assim essa grama é usada para alimentar os rebanhos transcendentais. Kandara refere-se às grutas onde Krishna, Balarama e Seus amigos brincam, sentam-se e deitam-se. Essas grutas dão prazer quando o clima está muito quente ou muito frio, ou quando está chovendo. Govardhana também tem raízes tenras para comer, jóias para ornamentar o corpo, lugares planos para sentar-se e lamparinas e espelhos sob a forma de pedras lisas, água cintilante e outras substâncias naturais" (Srimad Bhagavatam, significado, 10.21.18).

"Krishna fez os arranjos para que os vaqueiros adorassem Govardhana com a parafernália reunida para o sacrifício a Indra. Ele então assumiu uma enorme e extraordinária forma transcendental e devorou toda a comida e outras oferendas presenteadas a Govardhana. Enquanto fazia isso, Ele proclamou à comunidade dos vaqueiros que, embora eles tivessem adorado Indra por tanto tempo, este jamais aparecera em pessoa, ao passo que a própria Govardhana acabara de se manifestar diante de seus olhos e comera suas oferendas de alimento. Portanto, agora todos deviam oferecer reverências à Colina de Govardhana. Então o Senhor Krishna juntou-Se aos vaqueiros para oferecer reverências a Sua própria forma recém-assumida" (Srimad Bhagavatam, sumário, 10.24).

"Quando tudo se completou, Krishna assumiu uma enorme forma transcendental de declarou aos habitantes de Vrindávana que Ele próprio era a Colina de Govardhana, a fim de convencer os devotos de que a Colina de Govardhana e Krishna são idênticos. Então Krishna começou a comer toda a comida oferecida lá. A identidade de Krishna como a Colina de Govardhana ainda é honrada, e eminentes devotos apanham pedras da Colina de Govardhanae as adoram tal qual adoram a Deidade de Krishna nos templos. Os devotos, por isso, recolhem pedrinhas ou seixos da Colina de Govardhana e adoram-nas em casa, porque esta adoração é equivalmente à adoração da Deidade" (Srimad Bhagavatam, significado, 10.24.35).

 

"Certa noite, estando em Govardhana, Madhavendra Puri sonhou que a Deidade de Gopala encontrava-Se na floresta. Na manhã seguinte, convidou seus amigos da vizinhança para acompanhá-lo na escavação na floresta à procura da Deidade. Então, estabeleceu a Deidade de Sri Gopalaji no topo da Colina de Govardhana com grande pompa. Adorou-se Gopala, e observou-se o festival de Annkuta" (Caitanya Caritamra, Madhya-lila, Capítulo 4, introdução).

 

Shankarananda Sarasvati, vindo de Vrindavana, trouxe dois presentes para Sri Caitanya: uma pedrinha de Govardhana e uma gunja-mala, um colarsinho com sementes vermelhas e brancas da trepadeira gunja, encontrada na área de Govardhana. Srimati Radharani e as gopis se enfeitavam com esse tipo de colar. A govardhana-shila estava sempre umedecida com as lágrimas de Sri Caitanya. “É o próprio corpo do Senhor Krishna”, dizia Ele. Por três anos, Caitanya Mahaprabhu manteve esses dois presentes. Depois, satisfeito com o comportamento de Sri Raghunatha Dasa Gosvami, Ele presenteou-o com esses dois itens. Raghunatha Dasa então disse: “Ao dar-me essa govardhana-shila, Sri Caitanya Mahaprabhu ofereceu-me um lugar junto à colina de Govardhana, e ao dar-me essa gunja-mala, Ele ofereceu-me o abrigo aos pés de lotus de Srimati Radharani.”

 

Em Jagannatha Puri, Sri Caitanya estava numa região onde existem umas dunas chamadas Cataka-parvata. Ele, em êxtase devocional, tomou-as como sendo a colina de Govardhana. Ele descreve o Seu êxtase:

“Hoje fui daqui a Colina de Govardhana para ver se Krishna estava lá pastoreando as vacas. Eu vi o Senhor Krishna subindo a Colina de Govardhana, tocando Sua flauta e rodeado por todos os lados por vacas que pastavam. Ouvindo a vibração da flauta de Krishna, Srimati Radharani e suas amigas gopis vieram encontrá-lO. Elas estavam todas muito bem vestidas” (Ref: Caitanya Caritamra, Antya-lila, 14.106).

"A promessa de Krishna que Seus devotos nunca são derrotados tinha sido admitida por Indra quando ele foi derrotado no govardhana-lila. Quando Krishna impediu que os habitantes de Vraja (Vrindávana) adorassem Indra, Indra ficou muito irado e assim quis inundar Vrindávana com chuva contínua. Krishna, porém, protegeu todos os cidadãos e animais de Vrindávana levantando a Colina de Govardhana, que serviu como um guarda-chuva. Depois do incidente, Indra rendeu-se a Krishna com muitas preces, onde admitiu: 'Ao levantar a Colina de Govardhana e proteger os cidadãos de Vrindávana, Você manteve Sua promessa que Seus devotos nunca são derrotados" (Néctar da Devoção).

Sri Giri-Govardhana ki jay! Sri Giriraja Maharaj ki jay! Sri Govardhana-puja ki jay!

Meditações para o dia de Sri Govardhana-puja

Tournê de Pregação na Índia por Sua Santidade Purushatraya Swami

- FIM -

Govardhana Puja, Adoração da Colina de Gorvadhan



Doar na CAIXA ou na Loteria
Ag: 0276 Conta Poupança 013/ 6678-1
Danilo Nicolace [Nayana]





Nenhum comentário:

Postar um comentário