Radio   Ver   Baixar  Whatsapp  Telegram   Face

Sri Gangamata Goswamini desde sua infancia a Princesa Sachi devi, filha do Rei Naresh Narayana da Bengala, demonstrava devocao inadulterada pelo Senhor Sri Krishna. Ela mesmo se recusava a casar por causa de seu genuino apego a Krishna. Apos o falecimento de seu pai ela governou o reino. Mas em breve renunciou para encontrar um mestre espiritual fidedigno.

A Princesa Sachi devi encontrou Sri Haridasa Pandit, um importante mestre espiritual [guru] em Vrindavana, e comecou a realizar devotado canto e adoracao [bhajana] ao Deus Supremo Govindaji. Embora ela se torna-se fragil por subalimentar-se, sempre dormia na margem arenosa do rio Yamuna, e acordava antes do sol nascer para limpar o templo do Deus unico Govindaji. Diariamente ela ouvia as palestras sobre Deus [Bhagavata-katha], via a forma de Deus ser adorada no altar [arotika de Govindaji], circumambulava os locais onde Deus realizou Seus passatempos [lila sthanas de Radha-Shyamasundara] tais como Vamsivata, Seva Kunja, Nidhu vana, Rasa Sthali.

Recebendo encorajamento de seu mestre espiritual Sri Haridasa Pandit, ela [Sachi devi] abandonou completamente seu falso ego, vestiu farrapos, e foi de casa em casa na cidade de Vraja mendigar doacoes. Os moradores da cidade de Vraja [Vrajavasis] ficaram espantados com sua severa renuncia. Aceitando a sugestao de seu mestre [guru] ela foi para o mais sagrado de todos os rios o Radha-kunda para se associar com Sri Lakshmipriya devi dasi, uma querida discipula de Sri Haridasa.

Seguindo o perfeito exemplo de Thakura Haridasa, Lakshmipriya devi diariamente cantava 300.000 vezes os santos nomes de Krishna, que da 192 voltas do rosario Hare Krishna [japa], que tem 108 contas. Todo dia as duas senhoras circumambulavam a Colina de Govardhana e adoravam Krishna.

Por ordem de seu mestre espiritual [guru], ela [Sachi devi] foi para a casa de Sarvabhauma Bhattacharya em Jagannatha Puri. Sarvabhauma Bhattacharya e a maioria dos associados eternos do Deus Supremo o Senhor Gauranga-sundara ja tinham retornado a morada eterna de Deus Goloka Vrindavana. Sachi devi restaurou a casa de Sarvabhauma, e estabeleceu adoracao de primeira classe a forma de Deus Sri Shyama Raya, uma Deidade que lhe fora dada por um sacerdote brahmana de Jaipur. Todo dia ela palestrava sobre o Srimad Bhagavatam. Suas aulas se tornaram populares, atraindo ouvintes avidos que vinham de milhas de distancia. Muita gente, inclusive sacerdotes brahmanas e o Rei Mukunda Deva, se tornaram discpulos [tomaram iniciacao] de Sachi devi.

Numa procissao na cidade de Navadvipa [Sri Navadvipa Dhama Parikrama], Sripad B.V. Narayana Maharaja explicou como Sachi devi recebeu o nome de “Gangamata.”

“No dia de Ganga Sagara Mela, Sachi devi, que estava residindo em Jagannatha Puri, desejou tomar banho no Ganges. Naquela noite o Ganges fluiu dos pes de lotus do Senhor Jagannatha e veio ate o templo [ashrama] de Sachi. Entrando nas aguas do rio Ganges [Ganga Devi], Sachi flutuou ate os pes de lotus do Deus Supremo Jagannatha Swami no interior do templo.

Apos destrancar as portas na manha seguinte, os sacerdotes [pujaris] ficaram surpresos ao encontra-la dentro do templo. Pensando que ela era uma ladra, eles imediatamente colocaram Sachi devi na prisao. Vendo esse erro, o Deus Supremo o Senhor Jagannatha apareceu simultaneamente num sonho para o Rei de Puri e o sacerdote [pujari] lider. O Senhor ordenou-lhes que soltassem Sachi devi dasi e se tornassem discipulos dela [tomassem iniciação]. A partir de entao ela se tornou famosa como Gangamata Goswamini.”

Gangamata Goswamini Biografia



Doar na CAIXA ou na Loteria
Ag: 0276 Conta Poupança 013/ 6678-1
Danilo Nicolace [Nayana]





Nenhum comentário:

Postar um comentário